0

Cães também sentem frio, mas como escolher a melhor roupa?

09 Jun 2015 por Karina Klinger em Pets

Veterinária do Petz Morumbi recomenda levar o pet para experimentar a peça, para evitar apertos e desconforto. Roupas devem ser lavadas com frequência

São Paulo, 13 de maio de 2015 – Apesar de estarem mais protegidos em razão da pele mais grossa, solta e com camada de gordura, os cães também sentem frio, principalmente os menos peludos. Orelhas, patas frias e tremedeiras sinalizam essa sensação.  Não deixá-los ao vento, na chuva ou em locais frios é primordial nesta época do ano, quando as temperaturas caem, mas uma dúvida da família é saber se coloca ou não uma roupa no pet.

Segundo a veterinária Amanda Gonçalves, do Petz Morumbi, as roupas são fofas e na moda, mas nem sempre ideais para o cão, dependendo da raça e tipo de pelagem. “Cães com menos pelos e pequenos demais podem sentir mais frio e uma roupa pode trazer conforto, mas é necessário certos cuidados na hora de escolher o modelo”, esclarece.

Ao escolher uma roupinha para o pet, deve-se levar em consideração o tamanho certo para não causar incômodo no animal e optar por uma peça que não o impeça de fazer movimentos, como caminhar, correr e pular. “É importante levar o pet na hora da compra para que ele possa experimentar. As numerações delas não seguem um padrão e também é uma forma do dono ver se o pet se adapta à vestimenta”, aconselha a Dra Amanda.

As peças devem ser leves, sem adereços como botões ou enfeites, que podem ser ingeridos pelo animal. Outra dica importante é manter as roupas limpas; o ideal é lavá-las pelo menos uma vez por semana ou mais. O cuidado também se faz necessário com cachecóis, já que podem levar a estrangulamento, principalmente em momentos que o animal tentar tirá-los.

Com temperatura entre 38 °C  e 39,5 °C, as raças mais comuns de clima frio, por exemplo, não exigem roupas, como Husky Siberiano, São Bernardo, Bernese,  Golden Retriever, Malamute, entre outros. Por outro lado, os donos não devem se esquecer de proporcionar uma cama quentinha com edredom, cobertas, caso o cão sinta frio.  Se sentirem necessidade de vesti-los, o recomendado são as roupas de tecidos mais leves, como malha ou algodão. Outro agravante é que as roupas, em cães com pelagem densa, aumentam a possibilidade de nós ou pelo embaraçado, que pode ser evitado, no entanto, com escovações frequentes.

Já outras raças, as de pelagem curta, como Pinscher, Chihuahua, Italian Greyhound, Whippet, Pug, Bulldog Francês, Teckel e Beagle podem ter mais frio e as roupas são sempre bem-vindas.

Para finalizar, a veterinária do Petz Morumbi lembra que o dono não deve forçar vestir o pet quando vê que ele não gosta. “Alguns cães não se sentem bem ao colocar a roupa, é importante respeitá-los e, pacientemente, habituá-los com o acessório. Muitas vezes é preciso acostumá-los desde filhotes com o adereço para que não estranhem quando mais velhos”, avisa Dra. Amanda.

COMPARTILHE

  • 846 Visualizações

ESCRITO POR

Karina Klinger

Jornalista da Target | Estratégia em Comunicação

Perfil do Autor

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.